skip to Main Content
Tríade Do Tempo Pode Ser A Solução Para Organizar Seu Relógio E Sua Vida

Tríade do tempo pode ser a solução para organizar seu relógio e sua vida

O dia acaba, mas a cabeça segue agitada porque faltou tempo para fazer o que era importante? Bem-vindo ao Brasil atual, onde a falta de tempo já é a principal causa de estresse. A psicopedagoga Dolores Bordignon aborda este requisitadíssimo tema em nosso site, explicando como uma ferramenta do coaching, a Tríade do Tempo, pode ajudar (e muito) no gerenciamento de tempo de todos nós. Confira abaixo:

Tenho trabalhado muito a questão do gerenciamento de tempo no consultório. Fica claro que uma pessoa ativa não é o mesmo que uma pessoa produtiva. Muitas vezes, fazemos muitas coisas, mas, no final do dia, quando vamos contabilizar toda esta atividade, não nos sentimos produtivos, não é verdade?

O gerenciamento do tempo passa por aprendermos a DISTINGUIR PRIORIDADES. Afinal, o que ganhamos executando incontáveis tarefas de uma lista, sendo que nenhuma delas era de fato IMPORTANTE? Ganhamos apenas um sentimento de improdutividade.

Por isso, ao organizarmos nossa agenda, devemos diferenciar ATIVIDADES de PRIORIDADES.

Gerenciamento do tempo e Tríade do Tempo

No coaching, estudamos a chamada Tríade do Tempo. Tríade, porque é dividida em três tempos: manhã, tarde e noite; passado, presente e futuro; hora, minuto e segundo etc. Então, também precisamos aprender a gerenciar o nosso tempo, a dividir nossas atividades de acordo com seus três graus de relevância:

1. IMPORTANTE
2. URGENTE
3. CIRCUNSTANCIAL

Quando mapeamos nosso relógio, percebemos como colocamos tarefas secundárias em nosso cotidiano e acabamos ficamos sem tempo para as questões prioritárias. É aqui que surge o grande problema: quando não obedecemos nossas prioridades, elas se tornam urgências. E não conseguimos atingir qualquer nível de qualidade – seja profissional ou de vida – se passamos nossos dias resolvendo urgência após urgência.

Já parou para pensar sobre quantas pessoas estão vivendo “na correria” hoje em dia? Por que acha que isso acontece? Porque estão resolvendo as urgências que, num tempo anterior, eram apenas prioridades.

Uma das imagens que mais simbolizam o mundo atual é a da pessoa sempre correndo enlouquecida. É uma imagem geralmente mostrada como digna de elogios, mas de virtuosa ela nada tem. Esta pessoa ilustra claramente aquilo que eu dizia inicialmente: ser ativo não é ser produtivo. E quem você quer ser afinal?

Dolores Bordignon tem mais de duas décadas de experiência clínica. Suas palestras e workshops unem coaching e psicopedagogia e trazem à luz a importância da inteligência emocional para as relações pessoais, profissionais e familiares. Conheça o trabalho da psicopedagoga em nosso site e entre em contato para organizar seu evento com Dolores Bordignon.