skip to Main Content
8 Hábitos Que Estão Impedindo Sua Produtividade E Felicidade

8 hábitos que estão impedindo sua produtividade e felicidade

Maus hábitos são comuns na vida de qualquer pessoa. Eles surgem lentamente e só são reconhecidos quando percebemos os impactos negativos provocados em nosso bem-estar e até na produtividade no trabalho. Muitos desses hábitos são cultivados sem que tenhamos a consciência de como eles podem ser prejudiciais. Segundo o psicólogo e escritor Travis Bradberry, em entrevista ao Linkedin Pulse, o que falta é simplesmente autocontrole e inteligência emocional para dominar as próprias atitudes.

Leia também: Quer ser feliz? Aprenda a focar (por Daniel Goleman)

Um estudo da Universidade de Minnesota descobriu que as pessoas que exercem um alto grau de autocontrole tendem a ser muito mais felizes do que aqueles que não o fazem, tanto a curto, quanto a longo prazo.

Travis também apresentou um estudo da Universidade de Minnesota que reforça a importância da inteligência emocional na vida pessoal e profissional: pessoas com um bom autocontrole tendem a ser mais felizes do que aquelas que agem impulsivamente.

E quanto mais consciente você estiver de que uma prática está te afastando da alta performance no trabalho, será muito mais possível assumir as responsabilidades por suas escolhas e mudar hábitos prejudiciais.

Então, se pergunte: sou responsável por algum desses maus hábitos? Se sim, pode estar na hora de cortá-los. Procure cultivar aqueles que são valorizados pela empresa e ser crítico em relação ao restante.

01 Pressionar o botão “soneca” várias vezes

Todos os seres vivos possuem aquilo que chamamos de relógio biológico. Esse sistema regula algumas atividades do nosso corpo e garante que todas ocorram em ciclos contínuos. Por isso, muitas vezes acordamos antes do despertador tocar: nosso cérebro sabe a hora de levantar.

Quando apertamos o botão soneca várias vezes e voltamos a dormir, estamos quebrando um ciclo natural. O principal impacto é a dessincronização do relógio biológico com as condições ambientais, como a luz. Mantenha uma rotina equilibrada de sono e acorde sempre em um horário regular.

02 Sair atrasado de manhã

Quando criamos a rotina do atraso, o cérebro recebe uma grande dose de adrenalina logo no início do dia e não consegue se preparar para as tarefas que enfrentará. Já começamos de forma frenética e mais tarde podemos nos sentir agitados, com dificuldade de concentração e ter mais propensão às distrações.

Acorde mais cedo, durma mais cedo se necessário. Gosta de dormir tarde? Aproveite a noite para preparar a roupa do dia seguinte, a mochila dos filhos, e até deixar a mesa do café semipronta.

03 Não tomar o café da manhã

Alimentação (e sono) é um dos elementos mais importantes da qualidade de vida, do foco, e da produtividade. Quando acordamos, estamos com um baixo nível de açúcar no sangue, provocado pelo jejum durante o sono.

Quando você não se alimenta corretamente pela manhã, pode ficar mais cansado, dispersivo e até um pouco irritado ao longo do dia. No entanto, essa energia precisa ser retirada dos alimentos certos. De acordo com a Organização Mundial do Trabalho, as pessoas que têm maus hábitos alimentares apresentam índices de produtividade 20% menores do que aquelas que cuidam da alimentação. Por exemplo, refeições industrializadas geram um pico de energia que dura apenas 20 minutos, enquanto alimentos frescos e naturais têm esse efeito prolongado.

04 Adiar tarefas difíceis

Procure realizar as tarefas mais complexas e prioritárias nas primeiras horas do dia. De acordo com Bradberry, a parte da manhã é um dos momentos mais produtivos de muitas pessoas por estarmos mais relaxados e ainda não termos gasto nossa energia mental. É neste instante que ficamos mais concentrados e focados em determinada atividade, sendo o mais recomendado para realizar tarefas mais difíceis.

Quando adiamos uma tarefa desafiante, perdemos as horas mais produtivas do dia e temos mais chances de entregar tal atividade fora do prazo ou sem a qualidade esperada.

Leia mais: Restaurar a mente, restaurar a atenção

05 Usar as redes sociais compulsivamente

De acordo com um artigo do Pew Research Center, 57% das pessoas se sentem distraídas por causa de seus smartphones e qualquer outro aparelho eletrônico com conexão às redes sociais, principalmente se exibir as notificações em tempo real.

Qualquer notificação nos retira do estado mental de fluxo, quando estamos totalmente imersos em determinada tarefa. Desative a exibição automática dessas notificações no computador e no aparelho celular. Outra dica é usar aplicativos que bloqueiam ou reduzem a frequência com que você acessa as redes sociais.

06 Responder os e-mails imediatamente

Parece contraditório, mas os próprios e-mails podem ser inimigos do trabalho. No esforço de zerar a caixa de entrada, perdemos muito tempo e interrompemos diversas tarefas para responder os e-mails assim que eles chegam. Definitivamente, essa atitude não ajuda em nada nossa produtividade diária.

Para te ajudar a manter a concentração em suas tarefas, desative os alertas do e-mail e defina horários específicos para checar novas mensagens. Outra dica é priorizar uma triagem de quais e-mails precisam de respostas imediatas, configurando alertas específicos para eles e deixando os demais para as pausas definidas.

07 Desenvolver várias tarefas simultaneamente

A multitarefa pode parecer inevitável para nosso estilo de vida moderno, mas afeta sua produtividade. Aumentamos a probabilidade de erros, ficamos mais estressados e a qualidade final de determinada tarefa é reduzida pela metade.

Estudos já revelaram que apenas 2% da população é capaz de realizar a multitarefa de forma eficaz. O restante das pessoas tem a produtividade reduzida em 40% aumentam em 50% a probabilidade de erros. Além disso, demoramos 25 minutos para retomar o foco em uma atividade interrompida.

08 Usar o telefone antes de dormir

Esse é um hábito comum na vida de quase todas as pessoas e muitas não percebem que tal atitude prejudica a qualidade do sono, e consequentemente a produtividade. Lembra do que falamos sobre o relógio biológico? Um dos principais fatores externos que o afetam é a luz.

Na parte da manhã, a luz ajuda na redução da produção de hormônios que induzem o sono e faz você se sentir mais alerta. Na medida em que anoitece, o cérebro se prepara para voltar a produzir esse hormônio e você se sente mais sonolento. Se você utiliza aparelhos que emitem luz durante a noite, pode quebrar esse ciclo natural e interferir na capacidade de adormecer rapidamente. O resultado é uma noite ruim de sono, um veneno para sua produtividade no dia seguinte.

(por Andreza Abreu/Salpinx)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.