skip to Main Content
Como A Rotina Afeta O Casamento E Como Sair

Como a rotina afeta o casamento e como sair

Quantas vezes você já ouviu falar que um casamento forte terminou porque eles “simplesmente pararam de se amar”? Esse sentimento pode realmente parar de ser sentido ou simplesmente não estamos fazendo o suficiente para mantê-lo? Será que negligenciamos muito o amor e não percebemos quais são nossas maiores lutas?

Sem dúvida, rotina e monotonia são dois dos motivos pelos quais os casais brigam, se separam ou se divorciam. No entanto, também podemos tirar proveito de ambos a nosso favor e melhorar nosso vínculo com a pessoa que amamos e com quem estabelecemos um certo nível de conforto.

Imagine que você é um detetive que está investigando um assassinato. O morto em questão é chamado de “Amor” e o principal suspeito do crime é “Rotina“. Você começa a procurar provas e percebe que o Amor confiava demais em Rotina, até que Rotina o esfaqueou pelas costas.

Fazer as mesmas coisas todos os dias é algo que acontece com frequência em nossas vidas e, por extensão, na vida que compartilhamos com nosso cônjuge. Isso acaba causando um rompimento que não é “a morte do amor”, mas a interrupção da rotina.

Amor pior inimigo é, sem dúvida, a monotonia, também conhecido como o tédio. Sempre fazendo as mesmas coisas, indo aos mesmos lugares (ou não indo a lugar algum), conversando sobre as mesmas coisas, assistindo os mesmos filmes, indo ao mesmo local de férias ano após ano após ano, etc.

A rotina pode ser o catalisador de outros problemas no relacionamento, como a infidelidade. Dito isto, não pretenderemos justificar as ações de quem engana seu ente querido, mas sim estabelecer completamente uma das razões por trás do que causa isso acontecer.

Pense por um momento: o que fazemos quando estamos entediados? Procuramos algo para nos divertir. Bem, algo semelhante ocorre no amor e na rotina. Se dermos e recebermos sempre a mesma coisa, e isso começar a nos aborrecer , será mais fácil querer encontrar diversão em outro lugar.

Um casal deve enfrentar muitas tempestades ao longo dos anos. A monotonia é uma das mais fortes dessas tempestades, mas, ao contrário de outros problemas, começa a aparecer, pouco a pouco, e antes que percebamos o que aconteceu conosco é o mesmo que aconteceu com o sapo ingênuo. Clique aqui se você quiser conhecer a história.

Mas, por outro lado, você sabia que existe um “lado positivo” na rotina? Claro que sim, porque devemos ver o copo meio cheio, e não meio vazio. A monotonia no casamento sempre foi vista como algo negativo, mas isso não precisa ser verdade o tempo todo.

Terapia de Casal Online

Na terapia de casal e de família online busca-se identificar onde as interações estão problemáticas e procurar modos de melhorar o relacionamento.

A terapeuta Dolores Bordignon atende em Porto Alegre e pela internet, especialmente pelo Skype e Whatsapp. Tem grande experiência mais de 25 anos de experiência com famílias e casais.


Qual é o lado positivo da rotina? 

Segurança

A sensação de ser cuidada e protegida quando fazemos as mesmas coisas pode ser uma coisa boa, já que, por outro lado, o  medo nos faz agir de maneira diferente, sob pressão. Muitos casais jovens temem a rotina de comer na cozinha todas as noites ou fazer compras todos os sábados de manhã. Na realidade, ninguém realmente sofre com isso, mas aprende a encontrar a felicidade em segurança.

Conhecimento

Se um casal está sempre fazendo coisas diferentes, quando eles vão se sentar e descobrir o que gostam? Cada uma das coisas que fazemos fora da rotina, demonstramos à pessoa que está ao nosso lado, e saber o que essa pessoa está pensando e sentindo é uma coisa boa.

E o negativo da rotina? 

A monotonia é ruim quando nos envolvemos nas tarefas ou no turbilhão diário do que devemos fazer, e esquecemos a pessoa que dorme ao nosso lado todas as noites. 

Por exemplo, se a mesma pessoa janta todos os dias após chegar em casa do trabalho, isso pode significar que o casal não está se perguntando como eram seus dias, ou se a mesma pessoa sempre vai buscar as crianças na escola, então vem em casa e imediatamente se senta na frente da televisão ou do computador. 

Esses são os padrões que começam a prejudicar um relacionamento, aos poucos, como gotas de chuva que caem lenta e firmemente sobre uma pedra.

Essas atividades ou hábitos não são um problema se acontecerem algumas vezes por semana, mas quando se tornam coisas que fazemos da mesma maneira, todos os dias da semana, durante meses e meses (ou até anos).

Em conclusão, é necessário mudar a rotina e descobrir que tipo de rotina é a que queremos em nossas vidas.  Um pouco de rotina nos ajuda a construir um relacionamento bom e forte; mas vá longe demais e destrói e “mata o amor”. Encontrar o equilíbrio é com você.


Como sair da rotina

Para não cair na rotina no casamento, façam programas diferentes

A chamada “mesmice” é causa constante de briga entre casais, principalmente porque ela é porta de entrada para problemas pequenos tomarem dimensões maiores.

Mudem os hábitos, invistam em programas diferentes pelo menos uma vez por semana – almocem em um novo restaurante, conheçam um parque, façam compras juntos, assistam a um filme no cinema… o importante é escolher algo que vocês gostem e que faça esquecerem das pressões do dia a dia, deixando de lado a rotina no casamento.

Planejem pequenas surpresas

Para que não haja rotina no casamento, planejar (e executar, claro!) boas surpresas é fundamental. Pequenos atos, por mais bobos que pareçam ser, podem fazer diferença no convívio e melhorar a relação de vocês. Compre um presentinho, receba seu amor com um jantar, ajude em alguma rotina imprevista ou declare seus sentimentos quando ele menos esperar. Surpresas assim deixam a vida mais leve, alegre e bonita.

Pratiquem esportes juntos

Muito se reclama que a vida de casado ainda deixa as pessoas acomodadas, sem interesse pela aparência ou outras práticas de bem-estar – e engordar é só um dos inconvenientes trazidos por isso!

Pensando em superar esse problema, uma dica é incluir momentos de esporte e lazer na vida a dois. Podem ser caminhadas no final de semana, algum esporte específico ou até algumas idas à academia. Vocês vão ver como fará diferença na autoestima e melhorará a convivência.

Para manter o amor na relação, é importante não deixar que ela perca a graça, o brilho no olho e a alegria da convivência – e essas dicas são aquelas para levar para a vida!