A dinâmica e a importância do sexo no casamento

A importância do sexo em um relacionamento pode ser avaliada pelo fato de que bons relacionamentos costumam estar ligados à sexualidade. A suposição é que casais felizes têm uma vida sexual próspera, enquanto aqueles presos a relacionamentos miseráveis ​​não.

No entanto, dado o amplo espectro de relacionamentos românticos de hoje, pode haver uma generalização universal da importância do sexo em um relacionamento. Por exemplo, o significado e a importância do sexo para casais homossexuais podem ser muito diferentes dos de seus pares heterossexuais.

Então, existem casais assexuados e semissexuais, bem como aqueles que optam por manter seus relacionamentos assexuados. Portanto, a resposta sobre a importância do sexo para um relacionamento próspero varia de acordo com as circunstâncias e escolhas de vida das pessoas envolvidas.

Dito isso, para os casais que escolhem o sexo como parte de seus relacionamentos, ele se torna um dos princípios centrais de sua parceria romântica.

Eu sou terapeuta de casal e trabalho com terapia de casal online a vários anos. Os problemas do sexo no casamento é uma dos temas principais na terapia.
Entre em contato para marcar uma consulta.

Entre em contato e marque um horário

Importância do sexo em um relacionamento

A importância do sexo em um relacionamento tem sido amplamente discutida e debatida. Agora é um fato bem aceito que as pessoas sexualmente ativas precisam de intimidade para prosperar em seus relacionamentos. Mas você já se perguntou por que isso acontece?

Uma nova pesquisa baseada nas descobertas de quatro estudos diferentes concluiu que “o sexo parece não apenas benéfico por causa de seus efeitos fisiológicos ou hedônico … mas porque promove uma conexão mais forte e positiva com o parceiro”.

Isso significa essencialmente que não apenas o ato sexual em si, mas o afeto que o acompanha é o que promove uma sensação de bem-estar e satisfação entre os parceiros. Essas demonstrações de afeto vão muito além das interações sexuais e incluem abraços, beijos e outras formas de toque físico entre os parceiros.

O ponto principal é que fazer sexo, mas sem amor, não fará nenhum bem ao seu relacionamento. A noção da importância do sexo em um relacionamento é válida apenas enquanto estiver ligada ao amor e ao afeto. Aqui está o porquê:

1. Sexo traz uma onda emocional

Graças à liberação de hormônios de bem-estar seguidos de um orgasmo, o sexo proporciona uma onda emocional. A liberação de endorfinas ajuda a reduzir o estresse, a testosterona ajuda a melhorar o desempenho em todas as esferas da vida e a dopamina aumenta seus sentimentos de felicidade e atitude empreendedora.

Quando combinados, esses hormônios funcionam como uma cola que fortalece o vínculo entre os parceiros e mantém seu relacionamento forte. A pesquisa mencionada anteriormente sobre os benefícios do sexo também aponta que essas emoções positivas duram pelo menos 24 horas, resultando em uma sensação prolongada de satisfação.

Essa ‘ressaca’ aumenta as emoções positivas em relação ao seu parceiro, fazendo com que você valorize e valorize mais o seu relacionamento.

2. É um destruidor de estresse

O sexo também libera oxitocina, que proporciona alívio instantâneo do estresse e promove uma sensação de relaxamento. Ele também serve como um antídoto para o cortisol, que é o principal hormônio do estresse.

Pesquisas sobre comportamentos prazerosos que reduzem o estresse indicam que o sexo ativa o sistema de recompensa no cérebro, ajudando assim na redução das tensões. Para colher esses benefícios, você não precisa necessariamente ter um orgasmo. O contato pele a pele com duração superior a 20 segundos é suficiente para que a ocitocina flua para a corrente sanguínea.

Portanto, o sexo pode desempenhar um papel importante na redução de tensões e estresses, sejam específicos do relacionamento ou induzidos por fatores externos, como trabalho, problemas de saúde ou restrições financeiras.

3. A validação do sexo pode aumentar a confiança

A imagem corporal e as inseguranças latentes têm influência direta na qualidade da vida sexual de uma pessoa. Pesquisas sobre questões de imagem corporal e função sexual indicam que isso pode afetar todos os aspectos da sexualidade, desde o impulso sexual e a excitação até a satisfação.

Curiosamente, o inverso também é verdadeiro. O ato sexual também é uma forma de validação por parte de um ente querido, o que pode ser um grande impulso para a sensação de confiança. Adicione a dose de dopamina à mistura e você terá todos os elementos necessários para se sentir bem consigo mesmo e mais confortável em sua pele.

4. Sexo melhora a intimidade

A importância do sexo em um relacionamento vai além do quarto. Este fenômeno é descrito como laço de intimidade. Quanto mais íntimo você for sexualmente, mais íntimo também será em outros aspectos de seu relacionamento.

Seja intimidade emocional ou estar mais em sincronia um com o outro, a proximidade geral entre os parceiros é elevada com uma vida sexual saudável. Isso mais uma vez reitera a premissa estabelecida pela pesquisa de que ‘afeto gera sexo e sexo gera afeto’.

5. Os abraços pós-sexo aproximam você

Pesquisa realizada na University of Toronto Mississauga estabelece que o envolvimento pós-sexo na forma de abraços e beijos também promove laços mais felizes e satisfatórios entre os parceiros.

Isso também é atribuído à liberação de ocitocina devido ao contato físico. Claro, para aproveitar esse benefício, você precisa primeiro fazer sexo.

Visão do homem sobre o sexo Visão da mulher sobre o sexo
Necessidade física Necessidade emocional
Deseja Quer sentir-se desejada
Promove a saúde do casamento É resultado da saúde do casamento
Expressão de amor Romance
Promove a conexão emocional É resultado da conxão emocional
Tabela sobre a importância do sexo no casamento para homens e mulheres

Quão importante é o sexo para um homem em um relacionamento?

A perspectiva masculina sobre o sexo é marcadamente diferente da feminina. Em qualquer relacionamento, compreender os sentimentos, expectativas e fantasias sexuais de seu parceiro é crucial para uma vida sexual satisfatória. No entanto, se você está em um relacionamento heterossexual, não pode se relacionar com os pontos de vista de seu parceiro sobre o assunto.

Mas você sempre pode fazer um esforço para entender o quão importante é o sexo para um homem em um relacionamento e por quê:

  • O sexo é físico: para os homens, o sexo é físico. Isso significa que seu desejo é alimentado pelo aumento da testosterona no corpo, que impulsiona sua necessidade de expressão sexual. É por isso que, para alguns homens, os impulsos sexuais podem ser difíceis de controlar.
  • Sexo é fome: sexo é uma necessidade biológica e é muito mais pronunciada no caso dos homens. Eles anseiam exatamente como as pessoas anseiam por sua comida ou sobremesa favorita. Quando esse desejo toma conta de sua mente, eles não conseguem se livrar dele, a menos que o tenham saciado.
  • O sexo está ligado às circunstâncias do relacionamento: é um equívoco dizer que os homens estão sempre prontos para alguma ação. Pelo contrário, seus impulsos sexuais são governados e refletem as circunstâncias do relacionamento. Por exemplo, brigas constantes ou um relacionamento tenso com sua parceira podem matar o impulso sexual de um homem
  • Sexo é uma expressão de amor: Sexo é a maneira do homem expressar amor. Na maioria dos casos, fazer sexo não é um desejo egoísta. Eles querem dar prazer aos seus parceiros, vê-los excitados e gostando do ato. Para eles, é uma forma de dar amor a uma outra pessoa importante
  • Sexo é conexão emocional: os homens costumam ser acusados ​​de querer apenas sexo em um relacionamento, mas isso não poderia estar mais longe da verdade. Os homens também anseiam por uma conexão emocional. É que, para eles, o sexo é uma manifestação dessa conexão

Qual a importância do sexo para uma mulher em um relacionamento?

Qual a importância do sexo para uma mulher em um relacionamento? Essa questão é pertinente quando se discute a importância do sexo em um relacionamento, devido à falácia prevalente de que as mulheres não dão muito valor ao sexo.

O fato é que as mulheres também podem ser extremamente sexualmente orientadas em seus relacionamentos românticos. A diferença entre as atitudes dos homens e das mulheres em relação ao sexo decorre de como os dois expressam e vivenciam suas sexualidades.

Embora a resposta sobre a importância do sexo para uma mulher em um relacionamento não possa ser generalizada, certos temas comuns indicam a importância do sexo na perspectiva de uma mulher:

  • Sexo é emocional: para as mulheres, o sexo é a forma mais profunda de conexão que compartilham com seus parceiros. Seus impulsos e desejos sexuais resultam de emoções, memórias e fantasias, em vez de uma onda de hormônios
  • Sexo a faz se sentir desejada: Sexo é importante para as mulheres em um relacionamento porque as faz se sentirem desejadas. Seu parceiro tentando excitá-la e fazer amor com ela é uma reiteração do fato de que ela é amada e apreciada
  • O sexo é regido pelo estado físico e mental: o impulso sexual de uma mulher pode ser errático, pois é regido por fatores externos, como sua saúde física e estado de espírito. Portanto, se houver problemas no relacionamento, ela pode não estar interessada em sexo. Da mesma forma, quando ela está passando por um fluxo hormonal – normalmente após o parto ou perto da menopausa – a importância do sexo para ela pode diminuir
  • Sexo é romance: a maioria das mulheres não consegue chegar ao orgasmo apenas através da relação peniana vaginal. Para eles, o romance e a sedução que levam ao ato final são igualmente importantes.
  • Sexo é uma forma de dar amor: assim como os homens, as mulheres também veem o sexo como uma forma de dar amor. É por isso que muitas vezes as mulheres concordam com sexo, mesmo quando não estão sentindo isso. Não é sexo por pena, nem ela é obrigada a dizer sim quando não quer, mas ela o faz por boa vontade e calor relacional.

Efeitos da falta de sexo em um relacionamento

Dada a importância do sexo em um relacionamento, é natural imaginar se as inadequações na frente da intimidade podem afetar a equação de um casal. Passar de muito sexo no início a praticamente um casal assexuado significa que seu relacionamento está condenado? Ou diminuir a frequência sexual é o curso normal?

Não há como negar a importância do sexo em um relacionamento. Mas você deveria fazer sexo todos os dias? Essa frequência de sexo é a única medida de uma vida sexual saudável? A resposta é não. A qualidade de uma relação íntima entre dois parceiros não é algo que possa ser generalizado, nem com base no gênero nem na idade.

O impacto da falta de sexo em um relacionamento é contextual

Para entender os efeitos da falta de sexo em um relacionamento, você precisa levar em consideração as circunstâncias específicas do casal. Se um casal está casado ou está junto há 30 ou 40 anos e teve uma boa vida sexual nas primeiras décadas, então um declínio no impulso sexual não prejudica o relacionamento.

Nesses casos, normalmente o declínio na frequência pode ser causado por fatores como idade, redução da libido ou menopausa e fase da perimenopausa em mulheres. Há uma compreensão e aceitação do fato de que essa mudança biológica é inevitável.

Por outro lado, se o casal ainda está no auge e a qualidade de sua vida sexual é ruim devido a questões de relacionamento como raiva, ressentimento ou dinâmica passivo-agressiva, é aí que surgem os efeitos negativos da falta de sexo em um relacionamento começar a se manifestar. Quando você está em um relacionamento sério, fazer sexo, mas sem amor, raramente funciona. Um está ligado ao outro.

Há o terceiro cenário – um dos impulsos sexuais incompatíveis, onde um parceiro pode estar entretido, pensando se você deve fazer sexo todos os dias, e o outro pode simplesmente não sentir qualquer excitação. Aqui também, os efeitos desconcertantes da falta de sexo em um relacionamento tornam-se aparentes.

Quando a maioria das pessoas entende a importância do sexo em um relacionamento, por que essas questões surgem? E o que pode ser feito para lidar com eles de forma eficaz? Tudo se resume à comunicação entre parceiros.

Sexo, mais especificamente expressar necessidades e desejos sexuais, pode ser um assunto delicado. Particularmente, quando um casal não tem harmonia sexual. Isso impede as conversas sobre desejos e expectativas, muitas vezes fazendo com que problemas solucionáveis ​​se transformem em colossais.

Veja como a comunicação – ou a falta dela – afeta a capacidade de um casal de lidar com os efeitos da falta de sexo em um relacionamento:

Quando os casais não comunicam sobre a falta de sexo

“Em primeiro lugar, os casais precisam estabelecer o que significa falta de sexo e certificar-se de que estão na mesma página. É natural que os parceiros tenham muito sexo no início de um relacionamento. Um declínio na frequência ao longo do tempo também é igualmente natural. Portanto, definir expectativas mutuamente é vital. Isso requer diálogo.

“Na maioria das vezes, os casais não falam sobre essas coisas honestamente, especialmente se houver outros problemas de relacionamento em jogo. Como resultado, aumenta a insatisfação no relacionamento. Outra tendência comum é esperar que o parceiro entenda suas necessidades sem explicá-las.

“Mas ninguém é um leitor de mentes. As expectativas não ditas – e, portanto, não atendidas – podem aumentar o sentimento de frustração sexual de uma pessoa. Então, quando há comunicação inadequada sobre a falta de sexo , isso leva a brigas, ultimatos e lençóis sujos ao ar em público.

“Nesses casos, a intervenção de um especialista pode ser extremamente benéfica. Por exemplo, tive um caso em que o marido alegou que não havia sexo suficiente no casamento, enquanto a esposa disse que eles haviam feito sexo duas vezes na semana passada. Ao que, ele respondeu que tinha acontecido após uma calmaria de seis meses. Portanto, ambos os parceiros não apenas tinham expectativas diferentes, mas também visões divergentes sobre a situação.

“Como uma parte neutra, um sexólogo pode ajudar os casais a encontrar um terreno comum e trabalhar uma maneira de reviver sua química sexual de uma forma que seja aceitável para ambos os parceiros.

Quando os casais comunicam sobre a falta de sexo

Por outro lado, quando os casais se comunicam sem colocar a culpa, eles se tornam mais bem equipados para lidar com uma vida sexual insatisfatória.

Tive um paciente que sofria de uma ereção de má qualidade, o que o deixou constrangido quanto ao seu desempenho na cama. Sua esposa começou a ver sua relutância em se envolver em sexo como um sinal de que ele estava diminuindo o interesse por ela.

Quando ele se aproximou de mim, disse-lhe que o problema podia ser resolvido com medicamentos. Ele não tinha ideia de que era possível. Com o tratamento certo, ele foi capaz de recuperar sua vida sexual. Isso só foi possível porque ele escolheu se abrir e se comunicar sobre isso.

Da mesma forma, houve um caso em que o marido estava insatisfeito com sua vida sexual. Quando exploramos as razões por trás disso, descobrimos que eles não tinham privacidade suficiente para se envolver sexualmente. A esposa disse que dividiam o quarto com o filho, pois a sogra também morava com eles e a criança tinha sono leve e acordava ao menor movimento.

Como o sexo é possível, ela perguntou. Também aqui, ao falar sobre o problema, o casal conseguiu encontrar um meio-termo para fazer as coisas funcionarem.

A importância do sexo em um relacionamento não pode ser exagerada. No entanto, a falta de intimidade não significa necessariamente que seu relacionamento não tenha futuro. Sempre há razões subjacentes em jogo, e o ônus de descobri-las e resolvê-las recai sobre o casal. Se você acha que não está equipado para fazer isso sozinho, buscar ajuda especializada é o melhor recurso.

FAQs

1. Por que precisamos fazer sexo?

Sexo é uma necessidade biológica, assim como comer ou dormir. Além disso, ajuda os parceiros românticos a se conectarem em um nível mais íntimo. É por isso que o sexo desempenha um papel vital no relacionamento do casal.

2. O sexo fortalece um relacionamento?

Sem dúvida, o sexo fortalece os relacionamentos. É uma expressão de amor – por isso também é chamada de fazer amor – que o ajuda a se sentir mais conectado com seu parceiro, bem como apreciado e amado.

3. Um relacionamento pode durar sem sexo?

Sim, os relacionamentos podem durar sem sexo, desde que o declínio em sua vida sexual não seja desencadeado por problemas existentes. Se você é assexuado ou se a frequência do envolvimento sexual diminuiu devido a fatores biológicos, você pode continuar a ter um relacionamento gratificante e amoroso com seu parceiro.