skip to Main Content
Quase 90% Das Pessoas Manifestam Sintomas Físicos Causados Pelo Estresse

Quase 90% das pessoas manifestam sintomas físicos causados pelo estresse

A International Stress Management Association (ISMA-BR) realizou uma pesquisa com profissionais nas áreas de finanças, indústria e saúde de São Paulo e Porto Alegre e revelou que 69% dos participantes disseram que o trabalho era a maior fonte de estresse em suas vidas e que isso afetava sua saúde mental e física de diversas maneiras. 89% dos entrevistados responderam ter sintomas físicos de dores musculares, incluindo dor de cabeça, enquanto 72% relatam cansaço e 39% distúrbios do sono.

O estresse nem é sempre ruim. Em pequenas doses, ele ajuda você a terminar seu trabalho e serve como motivação para você dar o seu melhor. Acontece que, quando você está constantemente nesse modo emergência, sua mente e corpo pagam o preço.

O estresse age de sobre todo o corpo, no entanto, algumas áreas são mais vulneráveis aos efeitos da tensão prolongada por muito tempo. Veja os efeitos que o estresse pode causar e aprenda a ler os sinais de socorro que o corpo nos envia pedindo por tranquilidade.

Reações hepáticas

Quando o corpo sofre estresse e ansiedade, o sistema suprarrenal produz uma quantidade excessiva de cortisol, o hormônio do estresse. Essa produção hormonal leva o fígado a produzir mais glucose, o açúcar sanguíneo de alto teor energético que desencadeia nossas reações de “lutar ou fugir”. No caso da maioria das pessoas, esse açúcar sanguíneo adicional no corpo pode ser reabsorvido sem causar danos reais. Mas as pessoas com risco de diabetes podem ter problemas de saúde com o açúcar sanguíneo adicional.

Reações de pele

Aquele suor frio ou o rubor quente de seu rosto são sinais externos de estresse imediato e são devidos a uma mudança no fluxo sanguíneo. Quando sofremos ansiedade, o sistema “lutar ou fugir” do corpo manda mais sangue aos músculos – uma reação útil quando há necessidade imediata de usá-los. Mas uma exposição de longo prazo a essa reação pode acelerar o envelhecimento da pele. Outras reações de pele incluem a transpiração e até elevações no nível de histamina, que podem gerar inchaço. De acordo com o Centro Médico da Universidade de Maryland, o estresse e ansiedade agudos também podem desencadear eczema.

Ativação do baço

A ansiedade não afeta apenas os órgãos mais óbvios, como cérebro e coração: ela atinge até as funções internas, como o baço e as células sanguíneas. Para distribuir mais oxigênio ao corpo, que pode ter sofrido baixa de oxigênio durante a situação que provocou o estresse, o baço descarrega glóbulos vermelhos e brancos adicionais. Seu fluxo sanguíneo aumenta em 300% a 400% durante esse processo, para preparar o resto do corpo para demandas adicionais.

Tensão muscular

Quando você começa a sentir ansiedade, seu corpo naturalmente fica mais rígido, tensionando os grandes grupos musculares. O estresse e ansiedade crônicos podem exacerbar essa tensão, resultando em dores de cabeça, ombros enrijecidos, dor na nuca e até enxaquecas. As pessoas submetidas a estresse constante sofrem risco maior de problemas musculoesqueléticos crônicos.

Depois de algum tempo, a ansiedade crônica pode afetar…

Seu coração

Os estressados e ansiosos crônicos apresentam risco maior de problemas cardiovasculares, devido à frequência cardíaca constantemente elevada, a pressão sanguínea elevada e a superexposição ao cortisol. De acordo com a Associação Psicológica Americana, o estresse de longo prazo pode acarretar hipertensão, arritmias e um risco aumentado de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral.

Seus pulmões

Estudos comprovam que existe uma relação entre os sofredores de transtornos de ansiedade e a asma. Os asmáticos também têm probabilidade maior de sofrer ataques de pânico. De acordo com pesquisa conduzida pela USP, também pode existir um vínculo entre ansiedade, asma e seus efeitos sobre o equilíbrio.

Seu cérebro

A reação mais evidente à ansiedade é a resposta psicológica à condição. O estresse e ansiedade crônicos podem afetar áreas do cérebro que influenciam a memória de longo prazo, a memória de curto prazo e a produção química, o que pode resultar num desequilíbrio. Soma-se a isso o fato de que o estresse crônico pode ativar continuamente o sistema nervoso, que, por sua vez, pode influenciar outros sistemas do corpo, desencadeando reações físicas, desgaste corporal, fadiga e outros sintomas.

As pessoas que sofrem de ansiedade também têm dificuldade em adormecer, pelo fato de ficarem remoendo pensamentos preocupantes. Aproximadamente 54% das pessoas dizem que o estresse e a ansiedade influenciam sua capacidade de pegar no sono, e mais de 50% dos homens e 40% das mulheres sofrem dificuldades de concentração no dia seguinte em consequência disso, revela a Associação de Ansiedade e Depressão americana.

Seu sistema imunológico

A exposição ao estresse pode cobrar um preço do sistema imunológico, levando essa função a ser suprimida devido à reação “lutar ou fugir” de seu organismo. Estudos constataram também que, quando estamos estressados, temos mais chances de contrair um resfriado e ficamos mais suscetíveis a infecções e inflamações.

Seu estômago

Quando seu corpo sofre estresse, ele não regula corretamente a digestão dos alimentos. O estresse crônico e extremo pode ter efeitos de longo prazo sobre os intestinos e os nutrientes que eles absorvem, provocando refluxo, inchaço, diarreia e ocasionalmente até o descontrole intestinal.

O estresse e a ansiedade de longo prazo também podem alterar o metabolismo corporal, levando ao ganho de peso e possivelmente à obesidade. Um estudo constatou que a liberação constante de cortisol no sangue pode reduzir a sensibilidade à insulina, e outra pesquisa recente encontrou uma associação entre adultos que sofrem de ansiedade e úlceras diagnosticadas por médicos.

>> Conheça o trabalho de Dolores Bordignon em Porto Alegre. Coaching, psicopedagogia e Inteligência Emocional reunidos em sessões, palestras, cursos e workshops criados de acordo com a necessidade do cliente. Não seja mais um no atropelamento do cotidiano, entre em contato com Dolores Bordignon e conheça o seu potencial e de sua equipe: (51) 99991.9298.

This Post Has 5 Comments
  1. I just want to say I’m very new to blogging and site-building and honestly savored your blog. Likely I’m going to bookmark your site . You definitely come with good well written articles. Thanks for revealing your blog.

  2. Greetings! Quick question that’s completely off topic. Do you know how to make your site mobile friendly? My weblog looks weird when viewing from my iphone. I’m trying to find a template or plugin that might be able to resolve this issue. If you have any suggestions, please share. Cheers!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *