skip to Main Content

“É evidente que você precisa se dedicar à carreira, mas não pode deixar que apenas um aspecto da vida obscureça todos os demais. É preciso buscar EQUILÍBRIO entre as diversas faces da existência. É o mesmo equilíbrio ao andar de bicicleta: é preciso estar SEMPRE EM MOVIMENTO para não cair.

Equilíbrio é ser capaz de ir aos extremos sem se perder neles. Uma pessoa que passa o tempo todo obcecada pela carreira está adoentada. É preciso cautela, porque isso vai torná-la infeliz. Há momentos na vida em que você vai se dedicar mais aos filhos do que à carreira. Em outros, você precisará trabalhar por 12,13 horas por dia e ficará menos tempo com a família. O importante é não se perder nos extremos: é saber transitar entre eles.”

Mario Sergio Cortella