skip to Main Content

Muitas vezes em nossa vida somos tombados por decisões que tomamos ou pelas circunstâncias que surgem no caminho. Nos sentimos fracos, derrotados. Mas, não importa o que aconteça, fracasso ou sucesso nunca mudam o valor que temos.

Todos cometemos erros – especialmente aqueles que tentam, que arriscam. O único erro que realmente existe é o medo de errar. Fracasso é como deveríamos chamar o primeiro passo em direção ao sucesso.

Nas palavras do escritor e inventor Roger Von Oech, “A maioria das pessoas pensa no sucesso e no fracasso como opostos, mas eles são ambos produtos do mesmo processo.”

Se não assumirmos o risco do fracasso, não teremos a chance de vencer. Vencemos quando tentamos e o fracasso é uma consequência natural da tentativa.

A busca pelo sucesso incessante, ou seja, a perfeição, leva a apenas um lugar: à frustração.  Como diria Winston Churchill, “A máxima ‘nada serve senão a perfeição’ pode ser soletrada da seguinte forma: p-a-r-a-l-i-s-i-a.”

Pessoas que evitam dizer a coisa errada nunca falam; pessoas que evitam nunca fazer a coisa errada nunca agem. O fracasso só pode ser evitado se não dissermos nada, fizermos nada, formos nada.

Existem dois grandes benefícios no fracasso: primeiro, se você de fato fracassar, aprenderá aquilo que não funciona; segundo, o fracasso é a melhor oportunidade para criar novas abordagens.

Aprenda a falhar de forma inteligente.
Desenvolva o sucesso a partir do fracasso.

Lembre-se sempre: se você tombar hoje, levante amanhã.
É para isso que existe o amanhã.