skip to Main Content
O Grande Erro Dos Relacionamentos Atuais

O grande erro dos relacionamentos atuais Não faz muitas gerações que os casamentos duravam para sempre. Hoje, parece que vivemos um maremoto no amor. O que mudou de lá para cá?

Dia desses, um amiga me perguntou: Dolores, são tantos anos, tantas décadas atendendo casais, o que mudou de ontem para hoje? Quais são os problemas dos casais atuais?

Longe de mim idealizar uma era de relacionamentos perfeitos. Esta época nunca existiu e sequer existirá. Mas, compreender os acertos e os erros de cada época é um passo importantíssimo para ter consciência relacional.

As demandas, os medos, os porquês dos casais me buscarem hoje são completamente diferentes mesmo. Há 20 anos, as pessoas se davam mais tempo para viver cada uma das fases de suas relações. Hoje em dia, quase que impulsivamente, precocemente, as pessoas buscam um prazer imediato…

… E qual é o prazer imediato em uma relação? É ter o outro perto de mim.

Nesta pressa, não somos capazes de fazer uma boa avaliação, seja minha avaliação sobre o outro ou até sobre mim mesmo. Afinal, o que estou buscando com aquela pessoa?

Os casais que atendo hoje me apresentam uma lista de ideais românticos, tais como viver uma linda história de amor, ter um outro que me compreenda, que me acompanhe, que construa intimidade etc. E não apenas esperam tanto do outro, quanto querem tudo isso em um curto período de tempo.

Porque, em termos gerais, o que mudou das gerações de ontem para as de hoje é o tempo, é a rapidez. É a imaturidade que faz com que nos lancemos neste universo relacional. É esta pressa para morarmos juntos, para termos o outro perto de mim.

Claro, existem casos que dão certo, mas, infelizmente, são uma minoria. A maior parte dos homens e mulheres que entram nesta experiência sem a consciência do processo acabam se separando.

E vejam como hoje é natural encontrarmos pessoas que já saíram e entraram de relações inúmeras vezes. A consequência de toda esta pressa em começar e desistir dá origem à grande explicação de por que não existem mais casamentos duradouros: porque é muito fácil se separar. É mais fácil e rápido seguir para sempre tentando encontrar prazer em novas pessoas do que investir tempo e esforço para construir uma relação verdadeira.

Enfim, o que direi para vocês…

Enquanto a rapidez ditar nosso prazer, seremos incapazes de construir amor.

>> Assista também | Dolores Bordignon: Como ter um casamento feliz e duradouro
>> Siga Dolores Bordignon no Facebook e no YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *