skip to Main Content
Como Garantir Uma Equipe De Vendas Imbatível

Como garantir uma equipe de vendas imbatível

Pressão por vendas, resultados, eficiência, organização – e uma complexa vida pessoal.  A tarefa parece impossível, mas é o cotidiano de um número cada vez maior de mulheres.

Mary Kay, Natura, Avon, O Boticário, Hinode e outras grandes marcas abriram espaço para a independência financeira de muitas mulheres, principalmente aquelas que precisam administrar seu tempo de uma forma não convencional.

Mas, como conciliar filhos, casa, vendas (e quantas vendas!), casamento e um elemento que nem sempre falamos, mas que, neste caso, aparece como fundamental: as belas roupas, maquiagens, status que esta área de atuação parece mostrar?

Dolores Bordignon segue sua jornada ajudando todos os níveis de carreira (e de vida) destas profissionais.

Desta vez, em Passo Fundo, reuniu dezenas de diretoras e consultoras para uma palesta que desenvolveu o eixo que falta às novas estruturas de trabalho e de cotidiano.

Dolores Bordignon ministra treinamento de diretoras e consultoras Mary Kay.

Os aprendizados-chave foram diversos e sim, possíveis:

– dissociar relacionamentos de trabalho;
– estruturar o ego, freando a compulsão por gastos e compras;
– administrar o financeiro da empresa (afinal, cada consultora é uma empresa);
– gerenciar o tempo do trabalho de casa e a liberdade da agenda.

“Quando não há supervisão sistemática, a desorganização do sistema é propícia”, explica a psicopedagoga. “A falta de autogerenciamento faz com que a vida seja uma gangorra de altos e baixos, quase gangorras polares – trabalho incessante e frenético ou inércia.”

Para chegar ao equilíbrio e perenidade deste sistema, esclarece Dolores, usamos estratégias. Não apenas estratégias para maximizar lucros, mas também para fortalecer a administração da vida pessoal em um trabalho que facilita a confusão entre as áreas.

A organização do sistema reflete tanto nas vendas e na manutenção dos clientes, quanto na vida familiar das consultoras.

O tecido que fortalece estes dois universos é a inteligência emocional. É fundamental aprender a proteger as emoções quando as estruturas e os papeis se misturam.

Por exemplo, quando uma colega tem uma bolsa ou sapato lindo, isso não significa que as portas se abrirão para ela. Quando há uma briga em casa, o trabalho precisa prosseguir. O tempo dedicado a um cliente não quer dizer que ele comprará seus produtos ou sequer que você encantará a pessoa. Os desafios ligados às emoções são incontáveis.

É preciso estar muito aberta aos nãos. Mas, como enfrentar o não quando precisamos do sim?

Em busca desta capacidade, Dolores Bordignon trabalhou questões de identidade, de crenças prévias sobre si mesma e sobre o trabalho.

A psicopedagogia entrou em jogo com a utilização do Chart (foto).

A técnica do Chart foi desenvolvida por norte-americanos nos anos 1990, quando os pesquisadores perceberam que os alunos com dificuldades de aprendizagem tinham poucas interconexões cerebrais – pouca circuitaria, como diz Sofia Bauer.

Então, com esta técnica viso-motora, Dolores pediu que as diretoras e consultoras seguissem comandos que exigem o desenvolvimento destas conexões, através de uma atividade lúdica para fortalecer a coordenação, seja mental ou de vida.

Ainda, a psicopedagoga realizou testes de perfil comportamental que detectaram as facetas que devem ser desenvolvidas – além de explicar a interdependência dos diversos perfis.

Liderança forte, o gato, garante a sobrevivência do grupo. O lado lobo, do planejamento e análise, colabora com o fim das gangorras, dos imprevistos e sobressaltos extenuantes. O lado tubarão, é claro, que promove a ação e o foco nos resultados. Por último e não menos importante, como estava o perfil águia, da criação.

“Quando as coisas não dão certo, é hora da águia voar. É o momento da arte de criar, multiplicar, transformar, reciclar e reinventar.  É o que precisamos fazer quando as dificuldades surgem”, explica a psicopedagoga.

Veja mais sobre os perfis comportamentais neste link

Foram horas de trabalho e variados exercícios de desenvolvimento pessoal e de carreira.

Diretoras e consultoras Mary Kay atravessam o salão carregando uma bandeja – uma âncora de estado de excelência.

Cada uma das dezenas de diretoras que Dolores recebeu nesta palestra tem sua unidade com suas consultoras.

O grupo final, de 150 mulheres, seguirá sendo atendido por Dolores Bordignon em lives direcionadas às necessidades encontradas no primeiro encontro.

Dentre os tópicos futuros, está a Tríade do Tempo, criada pelo brasileiro Christian Barbosa e apresentada no ótimo livro homônimo. A Tríade do Tempo é uma poderosa ferramenta que permite a administração não apenas do tempo, mas dos vários papeis que executam em suas vidas.

Bom trabalho para todas!

avatar

Dolores Bordignon

Terapeuta e Coach de casais

Dolores Bordignon tem mais de duas décadas de experiência clínica, somando centenas de casos individuais, de famílias e casais que desejam construir novos paradigmas. Suas palestras e workshops trazem à luz a importância da inteligência emocional para as relações pessoais, profissionais e familiares.

This Post Has One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *