skip to Main Content
As 4 Qualidades De Um Relacionamento Consciente
Smiling couple having tea outdoors

As 4 qualidades de um relacionamento consciente Quando as antigas estruturas entram em crise, precisamos buscar, dentro de nós, as bases para vivermos bem.

Fazer uma relação dar certo é uma tarefa difícil atualmente. As boas e velhas receitas já não funcionam mais e um único segredo para todos é missão impossível. Isso porque os paradigmas estão mudando e as ideias de amor e de felicidade se alternam numa velocidade muito rápida. Isso pode parecer ruim, mas não é. Porque, quando as receitas falham, precisamos buscar, em nós mesmos, as bases para vivermos bem. Quando as antigas estruturas entram em crise, precisamos nos transformar e nos conhecer. Observando casais fortes em suas parcerias, aprendemos quatro características essenciais. Vamos a elas!

1 – Na relação consciente, o resultado é menos importante do que o crescimento.

Isso não significa que o que acontece não importa, mas sim que não alimentamos fantasias e ideais que podem ser muito prejudiciais e opressores para nós e nossos parceiros. Ou seja, estamos mais comprometidos com nossa evolução do que com fazer as coisas darem certo. A ideia do certo pode ser bastante prisional, porque muitas experiências pelas quais precisamos passar não são exatamente alegres e bonitas, mas são elas que aprofundam nossas reflexões e parcerias. Sempre que você cruzar uma dificuldade ao lado de seu parceiro, saiba que você deu mais um passo em direção ao relacionamento consciente. Agradeça a lição e celebre a conquista.

2 – Cada pessoa na relação consciente está comprometida com seus próprios fantasmas.

Todos temos fantasmas e traumas do passado. Quando vivemos sozinhos, podemos fugir de certas experiências que disparam certos medos. Estar em uma relação impede nossa fuga. Cedo ou tarde, viveremos algo que nos fará confrontar nossas piores sombras. O casal consciente sabe que estes momentos não foram gerados pelo outro, mas sim pelo nosso apego às nossas crenças. O outro deixa de ser o causador da dor e passa a ser um companheiro na observação da nossa história. Assumindo nossa responsabilidade sobre nós mesmos (em vez de culparmos o outro por nossos medos), podemos dissolver antigos padrões com amor e liberdade. É para isso que estamos vivos!

3 – Todos os sentimentos são bem-vindos. Nenhum processo interno é condenável.

Uma característica difícil, mas que deve ser cultivada: a capacidade de sermos honestos com nós mesmos e com o outro. Na relação consciente, não existe terreno delicado, temas sobre os quais não podemos falar, que precisam ser reprimidos ou silenciados dentro de nós. Mesmo que não admitamos, vivemos em uma cultura que se comporta como se amar fosse agradar o parceiro. Se agradar o outro vier sob a forma de autorrepressão, teremos grandes problemas, porque o amor não cresce em solo infértil. Precisamos aprender a nos comunicar, a falar sobre nós mesmos. Nunca apontar dedos, mas sim estender as mãos, pedindo ajuda e compreensão.

4 – A relação consciente é o local para praticar amor.

Amor é, em última instância, uma prática. Uma prática de aceitação, de estar presente, de perdoar e estender nosso coração a territórios vulneráveis. O amor é um caminho e não um destino final. Muitas vezes, tratamos o amor como um local de chegada, um momento muito bonito que, quando não está acontecendo, nos faz sentir como se estivéssemos fracassando. Porém, o amor é a viagem e não o destino final. O relacionamento consciente observa cada passo do caminho e pergunta como o amor pode entrar naquele movimento, ele se compromete com a entrada e a prática do amor nos locais mais inesperados.

 

Converse conosco sobre coaching de casais e relacionamentos

Ajudá-lo neste caminho é nosso trabalho. Para mais informações sobre coaching de relacionamentos, entre em contato conosco. Cruzaremos juntos esta trajetória. Fale conosco e vamos caminhar juntos! Conheça as palestras sobre felicidade e palestras sobre casais e relacionamentos apresentadas por Dolores Bordignon.

Nome (obrigatório)

E-mail (obrigatório)

Telefone para contato


Escreva aqui a sua pergunta, pedido de serviços ou mensagem:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *